O Facebook não é um campo de batalha

♪ Clique aqui  para ouvir Touch The Sky enquanto lê este texto. (:

A ideia era aproximar não era? Deixar perto quem estava longe, ou conversar novamente com aquela pessoa que perdemos o contato há muito tempo. A ideia era socializar e relacionar, então porque transformamos todas as coisas boas em um mar de inutilidade? Porque insistimos em nos colocar no topo do mundo como pessoas mais inteligentes e capazes do que outras?
Quando isso começou?

Quando começamos a precisar ser uns melhores do que os outros se não estamos competindo por prêmio nenhum? Quando começamos a precisar ter uma opinião para tudo? Pense bem, quem tem uma opinião sobre tudo é porque nunca viveu nada. Precisamos parar com esse ódio gratuito, com essa sede para impor nosso ponto de vista onde não fomos chamados. Precisamos parar de destilar veneno onde deveríamos apenas propagar o amor.

Precisamos parar de nos contaminar com indiretas sem sentido de pessoas tristes. Precisamos aprender a conviver com pessoas diferentes de nós de forma civilizada, pacífica, e sem o ódio disfarçado de opinião própria. Nos perdemos no meio do caminho e a nossa opinião ficou mais importante do que pensar em como o outro se sente. As nossas mãos deveriam estar estendidas, mas na verdade nossos dedos é que estão apontados.

A verdade é que estamos ocupados demais nos esforçando em ter razão, que esquecemos de fazer a diferença. Nos baseamos em nosso próprio entendimento e esquecemos de olhar pro lado. Paramos de sorrir, perdemos os amigos, nos tornamos ranzinzas, e perdemos a simpatia, porque temos deixado que o conhecimento intelectual fale mais alto que a nossa empatia?
O que achamos que estamos fazendo? Porque transformamos todas as coisas boas em um mar de inutilidade?

Vamos conversar?
Curta a página do Blog aqui.  Insta: @na.silveira
Venha acompanhar as Celebrações da ICP Curitiba aqui

Natália Silveira

Designer, curitibana, criativa, curiosa, sonhadora, inquieta e tem a risada mais escandalosa que já se ouviu.

  • LORENA

    Disse tudo!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *